DAS SOCIEDADES PRIMITIVAS ÀS INTERRELAÇÕES GLOBAIS NO DIREITO INTERNACIONAL

  • Ana Clara Morais Rocha
  • Cecília Teixeira Martins
  • Emily Katarine Araújo de Souza
  • Isabelle Maier de Alencar
  • Nara Xavier Cabido
Palavras-chave: SOCIALIZAÇÃO, SOCIEDADE, PRINCÍPIO, COOPERAÇÃO, ESTABILIDADE, VETO, PERMANENTE

Resumo

Este artigo oferece entendimento sobre a importância do Direito Internacional e como as superpotências que estão inclusas no Conselho de Segurança da ONU quebram o princípio da cooperação, impedindo algumas nações, como o Brasil, de participarem do Conselho. A metodologia utilizada na elaboração desse trabalho foi de pesquisas documentais, bibliográficas e doutrinárias. Desta forma, conclui-se que o desenvolvimento das superpotências determina as decisões do Conselho de Segurança da ONU, acarretando, pois, em mudanças no cenário internacional.

Publicado
06-06-2019